IIPE UNESCO Escritório para a América Latina

Caracterização dos sistemas de informação em educação na América Latina e Caribe

Este artigo foi elaborado a partir da apresentação realizada no painel «Usos dos sistemas de informação para o planejamento e a gestão de políticas educacionais», do V Fórum Regional de Política Educacional, organizado pelo IIPE UNESCO, Escritório para a América Latina, e da sistematização dos primeiros resultados de um estudo comparativo que abrange oito países da região: Argentina, Brasil, Chile, Colombia, Equador, Guatemala, Perue República Dominicana

 

O uso dos SIGEd no planejamento e gestão de políticas de inclusão educacional para pessoas em situação de mobilidade

Nos últimos anos, os países da América Latina e do Caribe foram expostos a diversas crises simultâneas. Decorrentes de fenômenos naturais perigosos, de movimentos de migração e de emergências sanitárias, econômicas e sociopolíticas, essas crises afetaram cumulativamente os sistemas nacionais de educação (UNICEF, 2020, 2021).

Sistemas de informação e gestão educacional (SIGEd) na América Latina e no Caribe

Em que estado se encontravam os SIGEdna A mérica Latina e no Caribe quando apandemia de covid-1 9 atingiu seus sistemas educacionais? Que mudançasforam experimentadas para atender àsnecessidades emergentes nesse contexto? Quais foram as principais condições para a sustentabilidade das mudanças atravessadaspelos SIGEd na região e que perspectivasde continuidade podem ser vislumbradas?

O uso dos resultados das avaliações de aprendizagem no planejamento de políticas educacionais

O presente capítulo reproduz, de forma ampliada, a apresentação feita no painel “Usos dos sistemas de informação para o planejamento e a gestão de políticas educacionais”, realizado no V Fórum Regional de Política Educacional do Instituto Internacional de Planejamento Educacional (IIPE) da UNESCO, Escritório para a América Latina. O objetivo da exposição no painel foi refletir sobre como a informação – neste caso, das provas de avaliação em larga escala – vem sendo utilizada e que condições poderiam promover um melhor uso dela.

Modernização da gestão educacional através dos SIGEd

Este artigo está baseado no documento de trabalho “Reimagining the future of Education Management Information Systems” (“Reinventando o futuro dos Sistemas de Informação para a Gestão Educacional”, em tradução livre). Ele foi elaborado por Satoko Yano, Sara Bin Mahfooz, Juliette Norrmén-Smith, Pierre Chapelet, sob a direção de Gwang-Chol Chang, da Seção de Política Educacional do Departamento de Políticas e Sistemas de Aprendizagem ao Longo da Vida.

Uso de Sistemas de Informação para a Gestão Educacional para um monitoramento efetivo do ODS 4 em âmbito nacional, regional e mundial

Esta publicação, parte da apresentação realizada no Fórum Regional de Políticas Educacionais em 2021, discute o uso dos SIGEd para monitorar as metas educacionais em nível nacional, regional e global. Descreve-se um estudo do Instituto de Estatística da UNESCO (UIS) com o objetivo de caracterizar os sistemas em cada país e construir uma tipologia de sistemas de informação. Esse documento mostra que, embora os países da América Latina tenham trabalhado para modernizar seus sistemas de informação, ainda não foram feitos progressos no monitoramento dos mesmos.

Análise da política curricular para a primeira infância na América Latina

Como parte dos vários estudos de análise no campo da educação que são realizados para apoiar os tomadores de decisão e diferentes atores nos sistemas educacionais da América Latina, o principal objetivo deste estudo é realizar uma análise comparativa da política curricular para a primeira infância (0-6 anos) na região, e como ela se reflete nas referências curriculares oficiais dos países selecionados.

O uso dos resultados das avaliações de aprendizagem no planejamento de políticas educacionais no Uruguai

O objetivo deste estudo foi gerar conhecimento específico e contextualizado para compreender e orientar o uso dos resultados das avaliações de aprendizagem em larga escala de forma construtiva durante o planejamento estratégico e a gestão dos sistemas educacionais em diferentes países da América Latina.

O uso dos resultados das avaliações de aprendizagem no planejamento de políticas educacionais no México

O objetivo deste estudo foi gerar conhecimento específico e contextualizado para compreender e orientar o uso dos resultados das avaliações de aprendizagem em larga escala de forma construtiva durante o planejamento estratégico e a gestão dos sistemas educacionais em diferentes países da América Latina.